Veneco

  • Suscribirse

  • Lo más reciente

  • AddThis

    Bookmark and Share
  • Calendario

    marzo 2004
    L M X J V S D
    « Feb   Abr »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • Archivo

  • Twitter

    Error: Twitter no responde. Por favor, espera unos minutos y actualiza esta página.

  • Categorias

A verdade ao mundo (por Elides J. Rojas L.)

Posted by Ricardo en 11 marzo 2004 13:12

“Camaradas embaixadores, vocês vieram só para uma coisa: me escutar. Quer dizer, vocês terão o imenso prazer de escutar o mesmo monte de nhenheném que digo sempre na rua, só que com a vantagem de me terem perante vocês pelo tempo que eu queira. Então vamos colocar, já na arrancada, os papéis que desempenharemos durante as próximas horas. Primeiro: Eu falo. Eu tenho a palavra. A verdade me pertence. Segundo: Vocês, excelentíssimos camaradas, ouvem, escutam, suportam tudo isso e acreditem em mim. Isso é muito importante. Acreditam em tudo e devem repetí-lo aos seus governos. É fácil. Não tem nada de mais. Isso sim, tudo sob uma premisa fundamental. Se George “doble” Bush é um panaca porque acreditou que os militares não estavam comigo, eu assumo que todos aqueles que não acreditem em mim são uns panacas também, logo, vocês decidem o que são.

Vejamos do que se trata tudo isto. Tudo que vem ocorrendo no país nos últimos días não existe, não está acontecendo, nunca aconteceu. Vocês entendem. A mídia se encarregou de criar uma realidade horrível que, pelos próprios fios da conspiração, tem impactado o mundo e, muito especialmente, os governos desse mundo manipulável e de fraco entendimento. Os pronunciamentos de nações, altos funcionários, organismos internacionais e ONGs são absolutamente inválidos. Não vi nenhum. Os li ou ouvi na imprensa ou na TV ou no rádio. Nada tangível. Isso, como vocês sabem, é suficiente para colocá-los em observação e sujeitos a reparo. A verdade é que esta oposição irracional, golpista, saboteadora e violenta, não pode ver um cassetete porque arremessam-se contra ele. Temos vários vídeos, como o do 11 de abril, em que poderão apreciar a realidade. Outro problema que enfrentamos é a adicção de algumas pessoas às bombas de gás lacrimogêneo. Eles não podem viver sem a fumaça. De vez em quando saem em massa, como loucos. Sobre esta situação, que nos preocupa realmente, já dei instruções ao general interplanetário, aquele dos três sóis, para que organize este assunto e faça uma espécie de Megamercado. Assim poderemos repartir cotas de cacetadas, pauladas e gás lacrimogêneo ordenadamente, fazendo fila na avenida Bolívar.

A questão dos tiros e mortos é outra mentira conspirativa. É como as assinaturas e o referendo. Tenho as provas aqui. Ninguém viu ninguém assinando. A mídia inventou as filas de gente assinando quando na realidade era gente visitando o palácio de Miraflores para beijar minha mão, para me tocar. Isso acontece a diário. Estão empenhados em dizer que conseguiram as assinaturas para me tirar, mas na verdade estão doidinhos para que eu fique.

Vocês, excelentíssimos camaradas e companheiros, como queiram, vão correndo para os seus escritórios, como se fossem clones de William Lara ou Ismael García (deputados chavistas), e digam aos seus governos a verdade, a única.

E agora, quando estiverem convencidos de que existe uma conspiração de “doble” Bush e seus lacaios da OEA, coisa que, sem medo de errar, compartem de forma unânime comigo. Sem dúvida.

Vão, camaradas. Repitam. É um democrata. Incapaz de violentar os direitos humanos. Íntegro. Sério. Sempre diz a verdade. E, valente como é, daria a vida pelo revogatório para demonstrar sua grandeza.”

Um monte de babaquices.

Anuncios

Sorry, the comment form is closed at this time.

 
A %d blogueros les gusta esto: