Veneco

  • Suscribirse

  • Lo más reciente

  • AddThis

    Bookmark and Share
  • Calendario

    marzo 2004
    L M X J V S D
    « Feb   Abr »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • Archivo

  • Twitter

    Error: Twitter no responde. Por favor, espera unos minutos y actualiza esta página.

  • Categorias

Adivinhando Hugo Chavez, da Venezuela (por Aleksander Boyd)

Posted by Ricardo en 5 marzo 2004 21:15

Educado no exército, fundou um movimento esquerdista nacionalista.

Numa tentativa desesperada por chegar ao poder, organiza e comanda um falido golpe de estado. O golpe é controlado em poucas horas, ele é detido e acusado de ter atuado covardemente durante o golpe.

Na sua primeira declaração, depois de detido, ele assume toda a responsabilidade pelo golpe. Na prisão, chega à conclusão de que o único jeito de obter o poder é pela via democrática.

O governo, temendo convertê-lo em martir, o libera. Uma vez livre, começa suas atvidades na política, se apresentando com uma imagem de autoritarismo e usando discursos demagógicos, patrióticos e populistas.

A terrível situação econômica do país e a enorme inflação, que afeta principalmente as classes média e baixa, o ajuda, e recebe um grande apoio destes extratos sociais.

Precisando de muito dinheiro para sua campanha, muda seu discurso e veste-se elegantemente, baixando o tom de “vingador dos pobres”. Começa a cortejar homens de negócios e industriais, muitos dos quais, temendo sua chegada ao poder, caem na armadilha e o apoiam na campanha.

Querendo cuidar de seus interesses usando meios violentos se necessários, decide criar forças paramilitares, em sua maioria formadas por antigos integrantes do exército e mercenários, que são obrigados a fazer um juramento de fidelidade.

Alegando que não é capaz de governar dentro dos limites da constituição, usa o congresso e o povo para convocar um referendo que lhe confere poderes especiais. Depois que consegue, elimina o congresso e passa a atuar segundo os próprios desejos.

Você pode adivinhar o personagem?

Errou! Não é o presidente venezuelano Hugo Chavez (mesmo que tudo encaixe), foi Adolf Hitler. Que coincidência!! Você pensa que são histórias similares ou Hugo Chavez está imitando um modelo?

Sabemos que Adolf Hitler possuiu maior poderio militar e inteligência que Hugo Chavez, mas o último se apoia nos mesmos princípios.

É preciso que 6 milhões de venezuelanos morram para que aqueles que apoiam Chavez percebam suas verdadeiras intenções?

Acordem, cidadãos do mundo!! O momento chegou!!

——————————-

Tradução: Ricardo Rojas

Anuncios

Sorry, the comment form is closed at this time.

 
A %d blogueros les gusta esto: